Resource Details

Restauração florestal: do diagnóstico de degradação ao uso de indicadores ecológicos para o monitoramento das ações (Forest restoration: from the diagnostics of degradation to the use of ecological indicators in the monitoring of actions)

Literature: Journal Articles Available at NO COST

Moraes, L. F.D., Campello, E. F. C., Franco, A. A. 2010, "Restauração florestal: do diagnóstico de degradação ao uso de indicadores ecológicos para o monitoramento das ações", Oecologia Australis, v. 14, no.2, pp. 437-451

Contact Info

Corresponding authors: luiz.moraes@ibama.gov.br, campello@cnpab.embrapa.br, afranco@finep.gov.br

Affiliations

  • Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Superintendência do Estado do Rio de Janeiro, Divisão de Proteção Ambiental. Praça XV de Novembro 42, 4o andar, Centro. Rio de Janeiro, Brasil. CEP: 20010-010.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Centro Nacional de Pesquisa em Agrobiologia. Rodovia Rio-São Paulo, BR 465, Km 47. Seropédica, Rio de Janeito, Brasil. CEP: 23890-000.
  • Financiadora de Estudos e Projetos (Finep/MCT) Praia do Flamengo, 200, 5o Andar, Flamengo, Rio de Janeiro, Brasil, CEP: 22210-030.

Link(s)

Available at no cost at: Oecologia Australis.

Description

  • O artigo apresenta uma revisão de conceitos e práticas de restauração ecológica com o objetivo de facilitar a análise das condições de áreas florestais degradadas e a escolha da estratégia mais adequada para sua restauração.
  • Os autores indicam como primeiro passo a realização de um diagnóstico da área a fim de detectar o grau de degradação e, assim, estabelecer o objetivo da intervenção (recuperação, reabilitação ou restauração da área degradada).
  • Para a definir a prática mais adequada a cada caso, os autores destacam a importância de identificar precisamente conceitos da dinâmica do ecossistema degradado bem como o histórico de uso do solo, pois "não há uma fórmula pré-estabelecida" para ações de restauração florestal.
  • Os autores indicam também que parâmetros ambientais, ou indicadores ecológicos, devem ser estabelecidos para o monitoramento da eficácia do projeto, considerando não só aspectos técnicos ou ecológicos, mas também econômicos (múltiplos usos da terra) e sociais (modelo participativo).

  • This article presents a review of concepts and practices of ecological restoration with the objective of facilitating the analysis of degraded forest areas conditions and the choice of the most adequate restoration strategy.
  • The authors indicate that the first step is conducting a diagnosis in order to detect the degree of degradation and, thereby, establish the objectives of the intervention (recovery, rehabilitation, or restoration of the degraded area).
  • In order to determine the most adequate practice in each case, the authors highlight that it is important to precisely identify the concepts related to the degraded ecosystem dynamics, as well as the land use history, since "there is no pre-established formulae" for forest restoration actions.
  • The authors also indicate that environmental parameters, or ecological indicators, should be established for monitoring project efficacy, considering not only technical and ecological, but also economic and social aspects.

Geographical Region

  • General
  • Ecosystems

  • General
  • Country

  • General
  • Brazil
  • This database is a work in progress, and we need your input to keep it up to date. Feel free to contact ELTI at elti@yale.edu to provide information on your own work as well as other projects and literature currently missing from the database.

     

    ELTI is a joint initiative of:
    Yale School of Forestry & Environmental Studies Smithsonian Tropical Research Institute